Rafael Carvalho defende seu cinturão no Bellator

Amanhã dia 20, o brasileiro Rafael  Carvalho defendera o seu cinturão contra o perigoso e renomado striker Melvin Manhoef. Carvalho que tem o excelente cartel de 12-1 no MMA e é o atual campeão dos médios do Bellator bateu um breve papo com a equipe do MMA DEBATE.

Rafael-Carvalho

Sobre o seu momento no Bellator e sua defesa de cinturão:

Posso dizer que estou muito focado, treinando muito e pronto pra tudo, estarei pronto para qualquer situação que a luta me oferecer, quero defender meu cinturão e sei o que tenho que fazer para conquistar essa vitória

Como é enfrentar o perigoso Melvin?

Sabemos que ele é bastante perigoso, tem um grande punch, mas estou treinando para todos os campos da luta, sempre respeitando meu oponente, mas lutando para vencer ,  buscarei a vitória.

Rafael  Carvalho x Melvin Manhoef, farão o Main Event amanhã no Bellator e essa será a primeira oportunidade de Rafael  Carvalho defender  o seu cinturão dos médios do Bellator.

 

 

 

Entrevista com Evangelista Cyborg

Entrevista com o lutador do Bellator, o grande Evangelista Cyborg, um dos mais guerreiros lutadores de todos os tempos, ele bateu um papo com o pessoal do site MMA DEBATE e contou toda sua trajetória dentro das artes marciais, falou de suas lutas mais épicas, a vontade de enfrentar novamente Manhoef, suas batalhas épicas contra Shogun e Melvin, relembrou o torneio do IVC 14, elegeu os seus lutadores favoritos e contou sobre o seu atual bom momento em 2016.
* Se inscreva em nosso canal do Youtube e curta outras entrevistas com grandes nomes do MMA : https://goo.gl/8yJDSt
* Curta nossa página no facebook: https://goo.gl/DZuMmj

Entrevista com a lenda Relson Gracie

4409581

O site MMA DEBATE bateu um papo com exclusividade com o faixa vermelha Relson Gracie, ele falou dos tempos de infância, do legado do pai, do fenômeno Rolls Gracie, do atual BJJ,  do MMA atual, e do atual método de ensino nas academias de BJJ, e de vários outros temos, confiram o vídeo no link abaixo:

* Se inscreva em nossa canal do Youtube e curta outras entrevistas: https://goo.gl/8yJDSt

* Curta nossa página no facebook: https://goo.gl/DZuMmj

 

Entrevista com o peso pesado Antônio Pezão!!!

O site MMA DEBATE, bateu um papo com o ex-desafiante ao título dos pesados do UFC, Antônio Pezão, que já venceu nomes como Andrei Arlosky, Fedor Emelianenko e Alistar Overeem.

Antonio-Pezão-Josh-Hedges

 

1-    Gostaria que você falasse como você começou nas artes marciais, qual idade, quem eram seus mestres?

AP:  Comecei depois que vi uma apresentação de karatê aqui na minha cidade e aos 5 anos comecei a treinar com o mestre Toti.

2-    Você começou no MMA em 2005 vencendo Tengiz Tedoradze  conte como foi sua ansiedade para essa estréia?

AP: Na realidade comecei em 2004 em Campina Grande PB, em 2005 foi minha primeira luta internacional, mas por não ser no Brasil eu estava com muita ansiedade, nem falava direito no vestiário.

3-    Você começou de maneira avassaladora no MMA, com 13 vitórias em suas primeiras 14 lutas e depois foi para o Strikeforce, onde você enfrentou o Werdum, conte um pouco daquela luta e se você ali já desconfiava que o Werdum viria a ser o TOP dos pesados em algum momento igual ele é hoje em dia?

AP: Me dei muito bem no meu começo de carreira, e o Werdum é um grande atleta, mesmo achando q venci os rounds 1 e 2  e perdendo o 3, mas deixar resultado nas mãos de árbitro , você  nunca sabe o que pode acontecer. O Werdum evoluiu demais e hoje é um lutador 100% completo.

4-    Depois dessa luta contra o Werdum , você venceu o Andrei Arlosky e o Mike Pyle até obter sua vitória mais expressiva que foi contra o russo Fedor Emelianenko, conte um pouco qual era seu gameplan para aquela luta e qual sua emoção ao ser o primeiro lutador a vencer a lenda russa por nocaute?

AP: Minha estratégia era colocar ele pra o chão, manter distância e bater de frente no contra ataque por ele ser muito rápido, e graças a Deus consegui colocá-lo para o chão e definir a luta, graças a Deus deu tudo certo.

5-    Depois dessa luta você enfrentou o Daniel Cormier, atual campeão meio-pesado do UFC e acabou sendo nocauteado, qual você acha que foi o seu erro nessa luta?

AP: Meu erro foi desmerecer o Cormier e a alto confiança, paguei caro por isso.

6-    Você depois foi para o UFC e na sua terceira luta você derrotou Alistar Overeem por nocaute, depois dele  ter provocado você bastante durante toda a promoção da luta, conte um pouco pra gente , o porque você ficou tão emocionado naquele dia e se aquela foi sua grande noite no MMA?

AP: Ele me desrespeitou bastante, temos q  respeitar nosso adversário sempre, foi uma noite incrível mas acho q a luta contra o Fedor foi a principal em minha vida até agora.

7-    Pezão, depois dessa luta contra o Overrem , você fez 6 lutas e obteve apenas uma vitória, você atribui esses resultados negativos a preparação, ou algum outro problema?

AP: Na realidade foram 4 derrotas, Cain, arlovski, mir e Mark Hunt, com apenas 1 vitória, apenas a última foi problema de preparação, o restante foi mérito total dos meus oponentes.

8-   Próximo dia 08/05 teremos você contra o Stefan Struve, o gigante de mais de 2 metros, qual seu plano para vencer esse oponente  e se você ainda sonha com o cinturão do evento?

AP: Meu plano é partir pra cima dele e não só sonho, como ainda irei lutar por ele, por que o dia que esse desejo acabar é hora de parar.

9-   Pezão quais os 5 maiores nomes do MMA na história pra você?

AP: Fedor, Minotauro, Wand, Jon Jones e José Aldo.

10 –  Deixa um recado para os seus fãs mineiros e para os seus admiradores no Brasil todos, grande honra para o site MMA DEBATE  falar com você.

AP: Quero mandar um forte abraço a todos e dizer q estou muito bem preparado para essa minha próxima batalha.

Entrevista com o grande Zé Mario Sperry

ze420

Zé Mario, um prazer falar com você, nós do site MMA DEBATE , nos sentimos honramos em falar com você.

1- Mestre conte um pouco como você entrou para o mundo das artes marciais, qual idade e quem foi o seu primeiro mestre?

ZM – Comecei no judô com 5 anos de idade… Na adolescência, fui para o Carlson Gracie.

2- Como você entrou na equipe do Carlson e quem eram as feras que te inspiravam na ocasião?

ZM- Um amigo de infância me levou para treinar lá… Peixotinho, Rosado, Cassio cardoso, eram grandes nomes que eu aprendi muito.

3- Como eram os treinos na Carlson, é verdade que ele dividia os treinos em duas divisões um dos cascas-grossa e outra dos menos cascas-grossa? rs

ZM- Sim… Era uma grande honra ser chamado para treinar junto aos mais graduados…

4- Você participou de um time lendário que contava com nomes como Libório, Bustamante, Marcos Conan, Bebeo, Wallid, Belfort , hoje em dia vários desses nomes são lendas como lutadores, outros como donos de evento, donos de equipe, qual a importância do Carlson para o MMA atual? Conte alguma história que demonstre o temperamento do Carlson, algo engraçado ou inusitado sobre o mestre, dizem que apesar de durão, tinha um grande coração, conte algo que você lembra do grande mestre.

ZM- Acredito que Carlson tenha sido o primeiro Gracie, que realmente abriu o JJ para pessoas fora da família… Por influência dele,começamos a treinar MMA, desde cedo. Sim, ele era muito casca grossa, mas tinha um coração enorme e estava sempre pronto para ajudar a todos… Ele adorava música francesa: quando viajávamos, acabávamos sabendo os nomes dos cantores, pois ele fazia questão de cantar e indicar o nome dos artistas!!!

5- Zé Mario você foi tricampeão mundial de bjj, e disputava na época em que o bjj era jogado muito pra frente, pessoal da sua época tinha um jogo muito ofensivo, conte pra gente quais eram os seus oponentes mais duros?

ZM- Tive o privilégio de enfrentar grandes nomes, grandes lutadores… No JJ, sem dúvida Roleta me surpreendeu, com seu JJ inovador.

6- Mestre conte um pouco como foi a ruptura entre vocês ( libório, bustamante, você) para terem a idéia de criar a BTT, e hoje em dia mais de 15 anos depois do ocorrido, qual seu pensamento sobre o fato, dizem que o mestre Carlson estava indo direto pra Chicago e ele na verdade expulsou o Bustamante e o Libório da equipe, foi isso que forçou vocês criarem a BTT? E como foi para vocês ouvirem as declarações do mestre que sempre foi muito emotivo e acabou chamando vocês de creontes e traidores e vocês jamais falaram mal do mestre, hoje em dia qual análise você faz daquela época e como foi doloroso pra você ouvir aquelas críticas abertas que o Carlson fazia a vocês?

ZM- Foi uma pena, acredito que Carlson foi influenciado por outros lutadores, que de certa forma, acharam uma maneira de nos separar… Na realidade, todos nós (eu, Murilo, Libório e Bebeo) fomos expulsos. Depois, ele expulsou quem ia treinar com a gente… Ele foi morar nos USA e acabamos por discordar das % cobradas… Nós queríamos ele do nosso lado!!!

7-  Você ainda mantêm uma grande forma física mesmo perto dos 50, qual segredo para manter-se no shape?

ZM- Comer bem, dormir bem e procurar sempre estar ativo… Depois dos 48 anos, também aprendi a treinar com moderação: treinar com qualidade e respeitando o descanso… Essa foi a parte mais difícil, pois sempre gostei de treinar forte.

8-  Você que viveu o auge dos mundiais de bjj, o que você acha desse caminho amarrado que o BJJ atual vem vivendo, lutas amarradas, berimbolo, qual sua visão sobre isso? Você mudaria alguma regra no bjj atual?

ZM- Sou fã do JJ atual… O JJ evoluiu muito. Tenho aprendido muita coisa. Quem não gosta de berimbolo, que aprenda a defender… Tudo que funciona no JJ, eu procuro aprender… Se não aprendo a fazer, tento aprender a evitar!!!

9- Você viveu muita emoção como lutador, como coach, mas se colocarmos a sua maiore emoção qual foi? Certa vez li que você disse que foi ver aquela luta do Minotauro vs o Sapp, correto?

ZM- Sem dúvida: eu fechei a luta, treinei o Minota e estava em seu corner… Lindo momento para nosso esporte!!!

10- Há exatos 20 anos atrás você fazia sua estréia no MMA, vencendo José Balduíno, conte como foi sua ideia de migrar do BJJ para o MMA?

ZM- Por incrível que pareça, eu cheguei na academia e o Carlson me perguntou se eu gostaria de fazer uma luta de MMA em dois meses: eu aceitei na hora!!!

11- Você tem um ótima cartel no MMA, 13-4 , vencendo nomes como Igor Vovchanchin, Yokoi dentre outros, conte um pouco das lutas que mais marcaram sua trajetória e o porque elas marcaram?

ZM- A luta que mais gosto foi contra o Ninja, mesmo tendo perdido: por causa da rivalidade entre as academias e por como a luta se desenrolou… Tomei um knockdown nos primeiros 10 segundos e lutei mais  19’ e 50”, no automático… Foi bom para perceber, que para me matar, não é tão fácil… Aprendi uma grande lição: não desmerecer seu oponente!!!

12- Não tem como falar de você e não lembra daquela luta contra o Murilo Ninja pelo Pride 20 em 2002, aquele dia você parecia que mesmo tendo um jiu-jitsu para finalizar o Ninja, você queria sair na mão mesmo, conte como foi aquele dia e parece que o Minotauro ficou muito emocionado com sua derrota e ali a rivalidade entre BTT e Chute boxe chegava no ápice.

ZM – Exato!!! Com o knock down, eu fiquei sem forças, perdi a pressão nas pegadas e, na queda, rompi meus ligamentos e não conseguia ficar em pé… Uma semana depois, operei o joelho!!! Em fim, quase matei o Minotauro do coração!!!

13- Falando nisso, como era a rivalidade, sabemos que começou quando o Minotouro foi treinar um oponente do Assuério Silva e isso revoltou o pessoal da CB, é verdade que depois dessa ocasião vocês nem seque se cumprimentavam ou pegavam o mesmo elevador? E hoje em dia você acha que faz falta ao MMA uma rivalidade assim entre duas grandes escolas , como era essa rivalidade entre Chute Boxe e BTT?

ZM- Tudo verdade e muito mais!!! Naquela época este tipo de rivalidade foi muito importante para que pudéssemos nos superar nos trenamentos. A evolução foi enorme, em ambos os times … Hoje, vejo muitas rivalidades, que não são verdadeiras: muito lutadores, querem mesmo é só se promover…

14- Zé Mario de todos que você viu em ação lutando, quais os 5 maiores da história do jiu-jitsu pra você?

ZM- Libório, Roberto Cyborg, Roger Gracie, Nino e Roleta…

15- Quais os 4 maiores da história do Jiu-Jitsu desde os primórdios, em termos de legado?

ZM – Como lendas: A família Gracie: Carlos, Hélio, Carlson… Como competidor, pelos resultados e eficiência: Roger!!!

16- Quais os 5 maiores da história do MMA?

ZM- Fedor, Minotauro, Aldo, JJ e Anderson Silva.

17- Zé Mario você estava na Blackzilians, você continua na equipe? Quais seus planos para 2016?

ZM- Não… Acabei de me mudar para Miami, onde pretendo abrir minha academia…

Professor, foi uma honra falar com você.

ZM – O prazer foi todo meu!!!

Evento internacional de trocação chega ao Brasil

O site MMA DEBATE conversou com o CEO ( Chief Executive Officer) do evento THE CIRCLE, Alejandro Romaguera, que contou detalhes desse evento.

13084063_1005585469496388_719346408_n

É um evento de trocação, é disputado entre países, entre equipes nacionais, são 16 equipes do mundo todo que se enfrentam em sistema de eliminatórias até chegarmos nas finais. O evento é organizado pelo (IFE) International Fighting  Evolution e já teve algumas edições desde sua edição de estreia em Barcelona, e vem ganhando destaque internacional e agora a equipe brasileira está sendo formada e em junho na Tailândia teremos a estréia da seleção brasileira que enfrentará a seleção da Turquia. E na primeira quinzena de setembro teremos o evento no Brasil pela primeira vez. O evento The Circle  é realizado em um ringue no formato de um círculo que prioriza e muito a parte de socos, chutes e joelhadas. Batemos um breve papo com Alejandro e ele passou alguns pontos sobre o The  Circle e sobre a equipe brasileira.

  • São 16 países participantes ( Argentina, Brasil, China, Itália, Japão, Marrocos, Holanda, Rússia, México, África do sul, Espanha, Suécia, Tailândia, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos.
  • Cada equipe tem 4 atletas, sendo 3 homens e uma mulher
  • As categorias de peso são: Feminino batanweight 55 kg,  as demais são 3 categorias masculinas: lightweight 63 kg,   welterweight 70 kg  e  midleweight 80kg.
  • Cada vitória no masculino vale 1 ponto e nas lutas femininas 2 pontos
  • São 8 chaves com 2 equipes cada, no formato de eliminatória até chegarmos na final.
  • A equipe campeã receberá 250 mil dólares e a segunda colocada 50 mil dólares.

13059891_1005585472829721_822321801_n

¨A idéia de fazer o ringue no formato circular é que desde a antiguidade, quando alguém lutava, brigava, as pessoas faziam um círculo em volta para ver essa luta, é um ringue circular , algo inovador e o sistema de equipes também é, esses são nossos diferenciais. Estou no Brasil para divulgar o evento, a franquia desse evento foi comprada por 3 empresários brasileiros e estamos juntos buscando definir a equipe brasileira para o The Circle. Posso adiantar que será muito forte e que contará com atletas muito bem rankeados no Muay thai. Equipes como a  Tailândia, China e Brasil, creio que sejam as mais fortes, pela tradição que tem na modalidade. Para conhecer mais sobre nossa organização entrem em nosso face, website, twitter, procurem por The Circle tournament, se inscrevam em nossos portais e fiquem ligados. A equipe brasileira será divulgada em muito breve, creio que já na próxima semana e o CT será em Curitiba , que é a MECA da trocação no Brasil e o nome dos atletas e do coach da seleção brasileira será divulgado em  muito breve.¨

13090140_1005585482829720_163785468_n

Entrevista com o grão mestre Rudimar Fedrigo

7813017_fotoGr

O grão mestre em Muay Thai,  Rudimar Fedrigo um dos maiores nomes das artes marciais no mundo e responsável pela formação de grandes lendas do MMA mundial , contou sua expectativa para o 2016 que vem se desenhando para a lendária academia que ele fundou, a Chute Boxe.

MMA DEBATE: Mestrão, qual a visão sua sobre esse grande momento que a academia vem tendo. Puro Osso em algumas semanas estreando no Rizin, Thominhas perto de um title shoot caso vença sua próxima luta e a estréia da Cyborg no Ufc, conte sobre o atual momento da academia?

Rudimar: Sem dúvidas, estamos em um grande momento na academia. Tendo lutadores em todos eventos fortes , somos uma academia forte e tradicional, teremos agora o UFC em Curitiba, onde temos a matriz da Chute Boxe, temos no UFC, o Lucas Mineiro, Sertanejo, Thominhas e agora a Cyborg, temos o Cyborg no Legacy, Puro Osso no Rizin, e outros que estão surgindo, essa nova geração promete.

MMA DEBATE: O que você acha que falta para o Thomas de Almeida ter uma luta valendo o cinturão de sua categoria no UFC? E sobre a Cris Cyborg, ela estreando agora no UFC, vencendo a luta, você pensa que ela voltar ao Invicta FC e defender seu cinturão é a melhor escolha, ou fazer lutas grandes e desafios no UFC mesmo sem ser por cinturão, também é uma boa opção para ela?

RUDIMAR: O Thominhas vencendo a próxima, estará com grande chance de lutar pelo cinturão. A Cris entrou pela pressão do povo, ela é muito querida e seus resultados mostram quem ela é, não sei qual será o caminho dela no UFC, se ela fará somente grandes lutas no evento, somente super lutas, chegou a hora dela, está preparada para todas ocasiões.

MMA DEBATE: Mestrão, esse ano o grande mestre Rafael Cordeiro venceu novamente o prêmio de melhor treinador . O que você pensa disso?  E ele como é cria da Chute Boxe e já declarou que todo seu método de filosofia vem da época que ele estava na Chute Boxe, com certeza esse prêmio é prova que o legado e a semente da Chute Boxe serão passados para outras gerações.

RUDIMAR: A eleição do Rafael nos deixa feliz, a Kings é uma equipe nova, e sabemos que a Kings é uma sequência da Chute Boxe, ele já declarou que o método de ensino, treinos tudo é originado da Chute Boxe e é o mesmo da Chute Boxe, ele foi formado por mim, e me dá orgulho de saber que além de grandes lutadores a Chute Boxe forma grandes treinadores e mestres.

MMA DEBATE: Rudimar, fale um pouco do Diego Lima, ele tem feito um grande trabalho nomes como Sertanejo, Puro Osso e principalmente o Thominhas vem se destacando bastante e colocando o nome da academia onde ela sempre esteve. Ele faz um trabalho bem fechado, bem a moda antiga, lembrando muito a época old school da Chute Boxe, conte sua visão sobre o trabalho do Diego Lima.

RUDIMAR:  Lima tem feito um grande trabalho, me deixa muito orgulhoso, seu modo de lidar com os atletas, ele tem uma família lá dentro, temos outros nomes que ele vem revelando lá dentro. A Chute Boxe SP é um dos lugares em que a academia mais vem crescendo e isso me deixa orgulhoso, gosto muito do modo que ele conduz o time em SP. Trabalho começado por Luiz Azeredo e ele pegou a semente que o Azeredo colocou e vem fazendo um lindo trabalho.

MMA DEBATE: Para terminar, mestre você sempre esteve no corner nos áureos tempos da academia, será que teremos você novamente no Rizin e no UFC na luta da Cyborg?

RUDIMAR: No Rizin estarei lá presente, sobre a luta da Cris, vamos ver o que ela decide, eu gostaria de estar junto, se eu não estiver não tem problema não, ela estará representando a Chute Boxe lá em cima.  E uma novidade para vocês do MMA DEBATE, a Cindy Alves estará presente no Rizin também, lutará nas regras do  Shotboxing e lutará contra a campeã Rena Kubota, luta dura, vi ela lutando no Japão, mas vamos que vamos. Heyyyyyyyyyyyy!!!!

 

Entrevista com Alan ¨Puro Osso¨

IMG-20160406-WA0027

Mais uma estrela da Chute Boxe está prestes a se tornar uma estrela no Japão. Alan Puro Osso, que tem um cartel de 14 vitórias e 3 derrotas, fará sua estréia na segunda edição do evento japonês Rizin. Ele enfrenta o completo lutador japonês Yuki Motoya. Ele bateu um papo com o pessoal do MMA DEBATE e contou detalhes de sua preparação para essa luta. Confiram:

MMA DEBATE: Qual sua expectativa de lutar no Rizin? E sabemos da história da academia Chute Boxe no Japão, qual sua lembrança dos eventos do Pride e qual peso você carrega de lutar no Japão representando a lendária academia?

Puro Osso:  Expectativa muito grande, evento grande que fará sua segunda edição, treinando pra caramba, super focado. Eu acompanhava o Pride sim, na época áurea do evento, 2004, 2005, é um sonho lutar no Japão, isso para qualquer atleta lutar lá e sendo um lutador da Chute Boxe isso nem se fala, a história que a academia fez por lá não tem o que falar, então representar a academia no Rizin é um sonho.

MMA DEBATE:  Você vai enfrentar o Motoya, bom atleta que não perde há 3 anos, cartel dele é 15-4, vem de 7 vitórias seguidas, tem 5 vitórias por nocaute, 5 por decisão e 5 por finalização, ele é bem completo, qual o seu gameplan para bater o Motoya?

Puro Osso: Motoya é bem completo, bem querido no país dele. Estou bem focado, luta começa em pé, ao longo da luta iremos ver como será. Sei que o jogo forte dele é o grappling, mas tenho um grande suporte da minha equipe e qualquer lugar que a luta se desenhar, estaremos preparados.

MMA DEBATE: A Chute Boxe é lendária e no Japão os seus feitos são inesquecíveis, qual peso isso tem pra ti? Poder representar a CB onde ela sempre reinou?

Puro Osso: Super feliz de fazer parte desse grupo, ainda mais no Japão, iremos deixar a estrela dela brilhando lá em cima. A chute boxe nunca esteve em má fase. Ele teve sim momentos de transição de novas gerações. Diego Lima supervisiona o nosso trabalho e tem feito um grande trabalho aqui em São Paulo. Farei de tudo para manter a Chute Boxe lá em cima e fazer essa estrela brilhar.

MMA DEBATE: Deixe um recado para os seus fãs e admiradores no Brasil todo

Puro Osso:  Eu agradeço a todos vocês, pessoal de Bh que curto muito, conto com o apoio de todos vocês, de fãs e admiradores. Será Brasil x Japão. Vamos para as cabeças, com muito trabalho e dedicação. Forte abraço. Heyyyyyyyyyyyyy !!!